Como funciona o intercâmbio durante o Ensino Médio?

Solicite um orçamento

Viajar para outro país pode ir além do lazer e ser um momento de crescimento. Essa é a função do intercâmbio. Para os adolescentes, essa experiência é ainda mais intensa. Eles se tornam mais independentes, seguros, maduros, mais preparados para enfrentar situações adversas e adquirem uma formação curricular diferenciada. Fazer intercâmbio durante o Ensino Médio é um grande passo para iniciar uma nova fase na vida!

O High School é um programa que proporciona essa vivência a jovens entre 15 a 18 anos. Fazer novas amizades, integrar-se a uma cultura diferente, aprender outro idioma e ser mais autônomo são alguns dos motivos que fazem o intercâmbio durante esse período escolar ser tão especial. Por isso, separamos algumas informações para você entender melhor como funciona essa experiência no Ensino Médio.

Se preparar com antecedência

Planejar o intercâmbio com antecedência é essencial! O intercambista precisa escolher em qual escola no exterior ele deseja estudar, pesquisar sobre a cidade escolhida, decidir qual programa de intercâmbio tem mais a ver com ele e ainda se organizar para a viagem. Por isso, é bom começar a se preparar com alguma antecedência.

Período do intercâmbio

A estadia do intercambista pode variar de um trimestre a um ano. Isso significa que o estudante deve frequentar a escola internacional durante metade de um semestre ou até mesmo dois semestres inteiros. Nesse tempo, o aluno contará com nosso apoio, além de ser supervisionado pelo sponsor internacional — o principal responsável pela segurança do intercambista no país de destino.

Troca de informações

A família que hospedará o intercambista durante todo esse período é uma questão muito importante! E para conhecê-los melhor, antes da viagem o estudante recebe informações da família anfitriã, oportunidade em que conhece (por fotos) o ambiente onde irá se hospedar, os hábitos dos moradores, as regras da casa e um pouco sobre a personalidade de cada um. Além disso, o jovem também conta um pouco sobre si mesmo, sua família e costumes. Assim, eles estabelecem um contato antes de se conhecerem pessoalmente.   

Não atrasa o ensino no Brasil

Esqueça o que te disseram sobre o intercâmbio no Ensino Médio resultar em ano letivo perdido para o aluno aqui no Brasil. Muito pelo contrário! O estudante que vive essa experiência ganha créditos. Ou seja, o jovem recebe o histórico escolar na instituição estrangeira e pode validar todas as matérias que cursou durante o intercâmbio. Por isso, é sempre recomendável conversar com o diretor da escola no Brasil antes da viagem. Vale lembrar também que o processo de validação dos documentos deve ser feito no Consulado Brasileiro no país em que o intercambista estiver estudando.   

Quer mais informações? Fale conosco para saber todos os detalhes do High School. Envie sua mensagem através do nosso formulário, mande um e-mail ou telefone para uma das nossas lojas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *