Conheça mais sobre
seu próximo destino!

Espanha

A Espanha é um país com uma história rica, colorida e multifacetada, com regiões variadas e uma população orgulhosa de suas origens. No imaginário popular pensar na Espanha é sinônimo de sangria, paellae touradas. Enquanto todos esses elementos têm sua importância na cultura tradicional espanhola, há muito mais do que apenas isso, que fazem do país uma sociedade progressista, multicultural e cada vez mais cosmopolita.

Segundo maior país da Europa (a França é o maior), a Espanha tem hoje uma população de mais de 40 milhões de habitantes, atraindo cada vez mais pessoas do mundo todo, que desembarcam ali pelos mais diversos motivos: turismo, negócios, mudança, estudos, entre outros.  Mestres em aproveitar a vida, os espanhóis encontram alegria nas coisas mais simples da vida: passear com os amigos, beber uma taça de vinho na taberna, eles já entenderam que a vida está aí e o que melhor a fazer é aproveitá-la. Sem dúvida. Os que gostam do lema latino “Carpe Diem” vão se encontrar na Espanha.

Capital: Madrid
Cidade mais populosa: Madrid
Língua Oficial: Espanhol/Castelhano (cooficiais: catalão, valenciano, galego basco e aranês)
Área: 504 030 km2
População (2008): 46 063 511 hab.
Moeda:  Euro (€) (EUR)
Fuso horário: (UTC +1) / Verão: (UTC +2)
Código telefônico: +34
Website governamental: http://www.la-moncloa.es

Alicante

Uma das maiores cidades da Espanha, Alicante é conhecida por suas praias, clima mediterrâneo, animada vida noturna e diversos festivais. Com uma população metropolitana de quase 800.000 pessoas, é uma das maiores cidades do país. Seu grande número de imigrantes, que vêm da América Latina, Romênia, Turquia e muitos outros países colorem essa cidade à beira-mar. Alicante também tem um quê africano, com mulheres usando caftans e vendedores de rua vendendo artesanato. Seu centro histórico porém, é cheio de prédios barrocos, testemunhos do passado da cidade, que costumava a ser um grande centro portuário.

Seus principais festejos são as Fogueiras de São João, ou em bom valenciano Les Fogueres de Sant Joan, sendo as suas origens muito remotas já que o costume de queimar objetos, a dançar em torno de uma fogueira com a chegada do solstício de verão, perde-se na noite dos tempos.

Barcelona

Maior cidade e capital da Espanha, Barcelona tem hoje uma região metropolitana com mais de 5 milhões de habitantes, tem uma diversidade cultural encontrada em poucos locais do mundo.

Onde mas podem ser encontradas cidades históricas que esbanjam um clima mediterrâneo; bares e restaurantes com uma cara bem particular, dando toda uma graça às lojas locais; museus e galerias conhecidos no mundo todo; praias de areias douradas a apenas uma caminhada do centro; arquitetura deslumbrante; uma animada vida noturna que não para e ainda por cima uma febre por futebol que contagia a todos?

Cádiz

Cádiz tem três mil anos, o que a faz a cidade mais antiga da Europa. Sua atmosfera é uma mistura de urbanização com clima a beira mar, já que não tem uma área rural notável ou montanhas ao seu redor, e é cercada pelo Atlântico. Construída no que era uma ilha, Cádiz hoje tem duas partes principais: o centro ou o distrito histórico, com ruas estreitas e praças, completamente cercada por muros fortificados que não deixam seu passado marítimo ser esquecido.

A parte mais nova da cidade, que fica fora dos limites dos muros e é conectada com a cidade antiga pelas famosas Puertas de Terra, tem vizinhanças de prédios altos, que parecem estar sempre sendo reconstruídos, principalmente porque não há mais terras para onde a cidade possa se expandir.

Granada

Capital de Andaluzia, Granada está localizada na base da Montanhas de Sierra Nevada, na convergência de dois rios, o Darro e o Genil. Com verões quentes e invernos frios, a cidade tem vários precipícios, solos férteis, e tempo seco.

Sua população hoje beira os 3 milhões de pessoas, e tem uma herança cultural riquíssima, com grande influência arábica, que pode ser vista em seus negócios, trabalhos, arquitetura e artesanato. A cidade tem diversas igrejas e museus, e uma das suas maiores atrações é a região de Alhambra, uma das 10 maravilhas do mundo, e é uma cidade moura importante para o legado de muçulmanos, judeus e cristãos.

Madri

Seja bem-vindo ao centro político, intelectual e cultural da Espanha. Apesar de ser uma cidade normal, parece que transcende a nossa noção de horas. Nesta cidade, trabalhadores se misturam aos jovens deixando as boates ao nascer do sol. Turistas se perdem entre seus monumentos, museus e pulsante vida noturna, se confundindo entre os 5 milhões e meio de madrileños espalhados pelas praças, bares de tapas e parques.

Homens de negócio se confundem com donas de casa escolhendo vegetais nos mercados de rua, e adolescentes estão sempre à procura do próximo lugar para ir. Ideal para uma siesta é o Parque Del Buen Retiro. Aliás, a siesta é muito recomendada, pois Madri só acorda de verdade quando o sol e põe.

Málaga

Málaga é uma cidade espanhola que hoje conta com quase 600.000 habitantes. Com um porto comercial movimentado, bares e restaurantes onde a comida e a língua local são a norma, e malagueños conversando sobre suas vidas. Acima de tudo, Málaga é uma cidade muito espanhola. O centro antigo tem belas ruas e praças, e diversos pontos históricos que dariam graça a qualquer metrópole europeia.

Desde a virada do milênio Málaga tem se transformado, com diversos projetos sendo construídos. O novo Museu Picasso (inaugurado em 2003) é a joia da cidade e tem atraído muitos visitantes. Entre projetos mais novos estão diversos hotéis, e um número cada vez maior de restaurantes espanhóis-cosmopolitas, cafés e bares.

Marbella

A apenas 40 km de Málaga, Marbella é a Monte Carlo espanhola. A elite do país, assim como bem sucedidos ingleses têm enormes mansões de praia nas colinas que cercam a cidade, e os iates se multiplicam nas marinas.

A parte antiga da cidade está escondida e ainda retém uma parte do seu charme medieval, além de contar com boas lojas e restaurantes. A mais exclusiva Puerto Banux, fica a 10 km a oeste, e é onde se encontram os casinos e os maiores iates. Para quem gosta de explorar, as pequenas vilas nas proximidades de Ronda são uma boa pedida para os que querem escapar dos grandes destinos e grupos de turistas.

Pamplona

Pamplona, em basco Iruña, é uma cidade em Navarra, região da Espanha. Com pouco mais de 200.000 habitantes, a cidade é famosa por ser um dos principais pontos daqueles que estão fazendo o Caminho de Santiago.

Sua festividades mais famosas, e conhecidas no mundo todo, é o Festival de San Fermín (São Firmino), que ocorrem entre os dias 6 e 14 de julho todos os anos, quando tem a corrida de touros, conhecida como “Encierro”, em espanhol. Além disso, diversas rotas pelas vinícolas, mosaicos e prédios romanos, parques, e um rio que corta a cidade.

Salamanca

Salamanca é uma cidade de cerca de 150.000 habitantes na porção centro-oeste da Espanha. Capital da província do mesmo nome, Salamanca faz parte da região autônoma de Castilla y León. Seu centro urbano mistura em uma harmonia quase imperceptível o antigo e o novo, cultura e trabalho, fazendo com que tanto os residentes quanto os turistas possam aproveitar o que a cidade tem de melhor.

Conhecida no mundo todo por sua universidade, Salamanca atrai milhares de estudantes do mundo todo não só pelo seu ensino superior de qualidade, mas também para o aprendizado do espanhol, que garante a cidade um clima relaxado e jovial.

Sevilha

Com uma população de mais de 700.000 pessoas, Sevilha tem tudo o que esperamos da Espanha. Algumas das melhores tapas, exibições de flamenco e touradas do mundo, que mistura de uma só vez suas influências políticas, culturais e culinárias.  

Turistas e estudantes são grande parte da população que circula diariamente nas estreitas ruas de Sevilha, dando à cidade uma energia difícil de se encontrar em outros lugares. Suas festividades mais famosas são a Semana Santa e a Feria de Abril, e estão entre as mais populares da Europa.

Santa Cruz de Tenerife

Difícil imaginar que esse mesmo porto onde hoje desembarcam milhares de turistas em cruzeiros pertence a cidade de Santa Cruz de Tenerife a tanto tempo. De fato, esse colorido porto, que tem diversos museus e praias tão coloridas quanto, sempre confiou na sua proximidade com o mar como garantia do seu clima animado e ao mesmo tempo relaxado.

Com uma população que ultrapassa as 220.000 pessoas, a cidade é raramente quieta, tranquila. Porém, é essa atmosfera vibrante e seu povo hospitaleiro que dão a Santa Cruz de Tenerife o seu charme, completado pelo visual repleto de vulcões.

Valencia

Com uma área metropolitana de quase 2 milhões de habitantes, Valência é uma cidade antiga, e sua história já é conhecida desde o século II a.C. Com uma longa história, diversos museus, tradições populares como as Fallas e a proximidade ao Mar Mediterrâneo, é uma das cidades mais conhecidas e visitadas em Espanha.

Nos últimos anos tem crescido de maneira vertiginosa, e já é a terceira maior cidade da Espanha, em parte graças a La Ciudad de las Artes y las Ciencias, espaço que oferece uma variedade de atrações aos visitantes, e a Copa América, o maior e mais prestigiado evento de iatismo, o que tornou a cidade um centro de iatismo de nível internacional.  

Dicas de turismo na Inglaterra

Dicas para o seu intercâmbio na Inglaterra

Continue lendo